Ano novo, tese à vista!

Swooshable Planning by Linus Bohman

Autor: Adrian Sgarbi. Tempo estimado de leitura: 5', 03''

Uma de suas resoluções do ano é escrever a sua dissertação ou tese? Se sim, deixo aqui algumas dicas que podem ajudar. E não se preocupe. Só vai ocupar  5’ e 03’’ de sua vida.

*   *   *

É provável que você já tenha escutado que a chave para se trabalhar em uma dissertação ou tese é planejar. É possível, inclusive, que você já saiba que não é qualquer planejamento. Você deve prever tarefas de curto, médio e longo prazo. Se tudo isto está resolvido em sua cabeça pare agora mesmo de ler este post. Ele não é para você. Mas se isso soa como se fosse de outro mundo, continue.

Cenário

Estou considerando que as disciplinas já foram cursadas, o projeto está montado e defendido e que a fase de pesquisa encontra-se adiantada, ok?

Então, vamos a um roteiro básico.

Roteiro

Curto prazo[1]. O mais importante aqui é preparar o campo de trabalho. Coloque o seu horário de escrita em seu calendário e se comprometa com isso. Faça chuva ou sol você estará escrevendo. Compre um Hard Drive para fazer backup e o use todos os dias[2]. Adquira um gerenciador de bibliografia. Adquira um bloco de notas para carregar a todo lugar. Aprenda a usar o seu processador de texto de uma vez por todas. No excuses. Organize os seus apontamentos em uma pasta e a identifique.

Médio prazo[3]. Cuidado aqui. Não se perca na pesquisa. Parece óbvio, mas este é um problema comum que leva muitos ao desespero. Normalmente isso ocorre por erro de perspectiva. Guarde isso: 1) Idealmente você pesquisará mais do que vai usar. Portanto, seja organizado durante a fase de leitura e separe o material por capítulos; 2) Não pense que você deve usar tudo. Descarte. Algumas leituras são de aprendizagem, enquanto outras encontram-se no centro do seu trabalho e devem ser usadas. Não pense que é sua obrigação ir até a invenção da roda. Mantenha o foco.

Longo prazo[4]. Intensifique encontros com o seu orientador. Se ele for atarefado com viagens, pesquisas e aulas, agende com antecedência. Pense assim: 2 a 3 semanas de antecedência é um bom prazo. Agende encontros extras para os meses finais. E separe ao menos 1 deles para revisão geral. Sempre envie o material com antecedência. Costumo pedir 72h e aumento este prazo se o material ultrapassa 50 páginas. Converse com o seu orientador a respeito.

Quantas páginas deve ter o meu trabalho? 

De tempos em tempos recebo perguntas como a de @viva: “Professor, quantas páginas eu devo escrever em minha dissertação?”. A resposta que dou é invariavelmente a mesma. Uma dissertação - e o mesmo vale para uma tese de doutoramento - nada mais é do que um argumento expandido. Portanto, a sua dissertação deve ter o tamanho do seu argumento. Nada mais, nada menos. Geralmente, a média de uma dissertação é entre 120 a 200 páginas. Mas tudo depende do tema, do recorte, da linguagem utilizada etc. Isso porque, se você estiver escrevendo uma dissertação em Física suas sentenças terão notações distintas daquele que está escrevendo para História, Letras ou Direito.

Quanto eu devo escrever por dia? 

Não pense que apenas porque é o seu desejo você escreverá 10 boas páginas por dia. Alguns dias serão melhores do que outros. Ademais, alcançar um ritmo desses requer tempo e grande imersão no que se está escrevendo. Normalmente, em uma dissertação ou tese isso ocorre lá pelo terceiro capítulo escrito. Portanto, seja realista e antecipe problemas. Pegar o ritmo demora. O importante é manter um programa diário de trabalho. E sempre exercite as suas mãos antes e depois de escrever para evitar problemas futuros. Falo por experiência própria. Se começar a incomodar, pare; se sentir dor, procure um médico. Ser pesquisador é ocupação para a vida. Você irá bem mais adiante do que o seu momento de mestrado ou doutoramento. Preserve o seu corpo.

Qual o ritmo de trabalho que eu devo ter?

Todo dia deve ser um passo em direção à conclusão da dissertação ou tese. E quando a meta do dia terminar, você deve parar. Simples assim. E lembre-se: “Tenha algo a dizer, e diga da forma mais clara que você puder. Este é o único segredo”[5]

Eu sou um non stop worker! Por que devo parar? 

Vai soar estranho, mas você deve saber parar para poder continuar. Evite a estafa. Tente controlar a chegada da exaustão sabendo parar quando a meta do dia for alcançada. Daí a importância do planejamento. Você começará melhor o dia seguinte e evitará procrastinação. O cansaço leva a adiar a retomada da escrita.

Hora do prêmio!

Quando eu terminava um dia de trabalho em minha tese eu me premiava. Comia uma queijadinha. Tudo bem, este não é um bom prêmio. É fácil ganhar peso.[6] Por isso faz anos eliminei a queijadinha de minha lista de prêmios. No entanto, mantive o princípio. No fim de um dia de trabalho faço algo que gosto. Isso ajuda a não transformar o meu dia em cobrança sem benefícios imediatos. O prêmio distante você já conhece: terminar a sua dissertação ou tese. Mas e no dia de hoje? Recompense-se pelo seu esforço diário e seja feliz.

[1]: Primeiros 3 meses.

[2]: Em outro post cuidarei deste aspecto .

[3]: Entre 5 e 7 meses.

[4]: Entre 8 e 10 meses.

[5]: Have something to say, and say it as clearly as you can. That is the only secret. - Matthew Arnold

[6]: Eu ganhei quase 5 quilos na época.