Construindo mapas para enxergar soluções

Flickr credit: Mind map by ZURBink

Autor: Adrian Sgarbi. Tempo estimado de leitura: 3',05''

Para enxergar a solução de um problema eu preciso ver o problema; literalmente.

*   *   *

Certa vez li que os escribas eram profissionais de grande destaque na Antiguidade. Por quê? Bem, para começar, eles sabiam escrever. E por saberem escrever em época que poucos dominavam essa arte, eram eles, os escribas, que tinham a função de registrar os dados numéricos, copiar documentos oficiais e privados, redigir as leis e arquivar informações de todo tipo.

Não muito distante disso, lembro-me de ver, na universidade, todos copiando o que os professores diziam. Cada vírgula. Algumas vezes me vinha à mente que se algum deles tossisse estaria lá grafado no papel. E se tossisse forte ficaria gravado em negrito.

Eu não seria um bom escriba. Sou daqueles que gosta de "ver" o que está sendo dito. Eu colocava o título do tema no meio da página, escutava e seguia acrescentando palavras relacionando-as com linhas representando a filiação teórica, dissidências e classificações. Depois, lia o livro-texto e melhorava o quadro inicialmente feito em um pequeno bloco de notas.

Hoje é mais fácil. Existem programas que ajudam não apenas a elaborar "mapas mentais", mas a carregá-los a todo lugar como em um celular ou em tablets. Assim, o papel ficou de lado.

Sabe-se que os mapas mentais (mind maps) surgiram com Tony Buzan nos anos 60. Aliás, o próprio Buzan os define como "uma ferramenta para pensar que reflete externamente o que ocorre dentro da cabeça".1

Mind map, assim, não é outra coisa senão a representação das informações que você possui. Para fazer um mapa mental sugiro que você coloque no centro da página a questão principal e depois comece a estabelecer relações escrevendo apenas uma palavra-chave por linha. No final, surgirá um mapa do que você conhece do assunto.

Na pesquisa, a vantagem desses mapas é que eles possibilitam ilustrar o que está pouco claro e o que, portanto, está a merecer mais estudo.2 Mas não apenas isso. Os mapas mentais são úteis para uma grande variedade de coisas: para estudar teorias em atenção ao ano que surgiram, aos problemas que resolveram, aos seus autores e obras, como para estabelecer os passos a seguir em uma apresentação ou palestra que ainda está na fase de planejamento. Flexível, não é mesmo?

Abandonado o bloco de papel, faz anos incluí nesse processo aplicativos de mind mapping. O aplicativo que recomendo para usuários de MAC é MindNode Pro.3

Trabalhar com MindNode Pro é simples; bastante simples. Você começa a escrever em um espaço que há no centro. Depois, segue acrescentando informações e conexões. É possível alterar as cores das linhas, sua espessura, cor da página, fonte e posição do texto. Isso facilita criar representações para cada situação. Por exemplo: reservo as cores azul, marrom e verde para demarcar teorias distintas; para herança teórica, emprego linhas pontilhadas (mantendo a cor correspondente); para teorias opostas, linhas vermelhas; para dúvidas que tenho, a cor cinza.

Outra vantagem de MindNode Pro é haver MindNode para iOS o qual realiza fina sincronização com o seu computador.4 Portanto, tudo o que você trabalhar em seu iPhone ou iPad estará esperando por você em seu MAC. Uso muito esse recurso quando estou na Biblioteca.

Além disso, MindNode Pro permite exportar o seu mapa para diferentes formatos. Deseja que o mapa seja transformado em um texto? Nenhum problema. Ou em .pdf para enviar a alguém? Selecione essa opção e pronto. E para finalizar, MindNode Pro exporta no formato OPML (Outline Processor Markup Language). Mas vou deixar o tema do formato .opml e a importância que ele tem para um pesquisador para outro dia.

Os usuários de Windows não estão excluídos da técnica do mind mapping. Eles podem contar com XMind. Xmind é um aplicativo versátil que funciona com Windows, MAC e Linux. Ele também permite exportar o "mapa mental" para diversos formatos e atende das exigências básicas até as mais sofisticadas de mind mapping. Recomendo que os interessados vejam os vídeos demonstrativos do aplicativo que estão disponíveis no site de seu criador.

Então, não se esqueça: caso esteja difícil resolver um problema, desenhe. Não há nenhum problema nisso.


  1. Veja no youtube Tony Buzan falando sobre a técnica de mind mapping.
  2. De fato, feito o mapa, com alguma frequência surgem temas para novos textos e leituras.
  3. Outra excelente opção para MAC é NovaMind.
  4. iOS é o sistema operacional usado pela Apple no iPhone e iPad.